Hub do agronegócio no RN impactará 10 mil produtores

Lançamento do Hub reuniu criadores, produtores, empresários e toda a governança do agro potiguar - Foto: Luana Tayze

No cenário contemporâneo, a inovação se estabelece como um pilar fundamental para impulsionar diversos setores econômicos. Nesse sentido, criadores, produtores, empresários e toda a governança do agro potiguar lançaram, na terça-feira (19), o Plano de Intervenção Estratégico do Ecossistema Local de Inovação Agro (ELI Agro), com o objetivo de incentivar a cadeia produtiva e desenvolver novos projetos. Desta forma, foi criado o Hub do agronegócio potiguar para pensar estratégias de inovação voltadas para a união do setor. A estimativa do Sebrae-RN é que aproximadamente 10 mil produtores rurais e empresas do segmento sejam impactadas.


A gerente da unidade de Desenvolvimento Rural do Sebrae-RN, Mona Nóbrega, diz que o projeto vai estabelecer um ecossistema com bases tecnológicas, integrando agronegócio e agricultura familiar. “Esse é resultado de um trabalho de quatro meses, juntando esse ecossistema que envolve Sebrae, Senar, Faern, universidades, Escola Agrícola de Jundiaí, startups, reunimos todos e eles têm um objetivo em comum, que é implementar ações inovadoras na cadeia produtiva do agronegócio do Estado, tentando captar recursos, trazendo parceiros, tecnologia, mecanização e inovação”, comenta.


A governança do plano foi estabelecida no evento de lançamento, que ocorreu na sede da Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores do Rio Grande do Norte (Anorc), no Parque Aristóteles Fernandes, e definiu, por exemplo, a criação dos ‘Smart Farm Labs’, que são espaços para desenvolver tecnologias. “Queremos transformar esse parque, que está sendo utilizado mais para exposição agropecuária, para que a gente transforme ele num grande campo experimental para validar ideias de negócio, prototipar novas soluções, trazer estudantes aqui para dentro”, destaca Mona Nóbrega.

Entre as instituições envolvidas estão Sebrae, Banco do Nordeste, Engetec, Faern Senar, Anorc, SWSA e V&Vagro. O diretor-superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo, diz que se surpreendeu positivamente com a adesão ao projeto. “Acho que estamos dando um passo importantíssimo, ampliando uma área importante que é o agronegócio e temos diversas experiências exitosas. Pouca gente sabe, mas temos mais de 35 mil animais bovinos, como resultado do nosso projeto de melhoramento genético, então a inovação é sempre muito bem-vinda”, pontua.

O presidente do Sistema Senar/Faern, José Vieira, diz que a tecnologia é crucial para desenvolver a agricultura potiguar. “O RN não pode ficar para trás, então o próprio Sebrae e Senar estão capitaneando esses grupos para captar as demandas do setor, startups, precisamos entender as necessidades específicas dele e esse ecossistema de inovação local é justamente para isso, para nós podermos alavancar cada vez mais a tecnologia e a inovação dentro do agro. Vamos mostrar todo o potencial que esse sistema tem”, ressalta.

Além de estruturar o hub, o ELI Agro pretende desenvolver programas de inovação nas cadeias produtivas – integrando o Índice de Custo da Tecnologia da Informação (ICTI) e produtores por meio de um circuito tecnológico, identificando dores e inovações a partir dos agentes de campo das diversas instituições envolvidas. O projeto também visa o desenvolvimento de uma política pública de fomento à regularização facilitada e simplificada para a legalização dos negócios do setor, além da estruturação de um fundo estadual de fomento para soluções inovadoras, ampliando e facilitando o acesso ao crédito.

Os setores prioritários para a iniciativa são os da agricultura, pecuária, aquicultura, pesca e produção florestal, que serão contemplados com ações táticas operacionais, como capacitação em cooperativismo e associativismo no campo, apoio à comercialização, fomento e incentivo ao turismo rural, programas de mentoria, desenvolvimento de lideranças, negócios e técnicas, capacitação a fim de aumentar a taxa de aprovação dos projetos nos bancos, entre outros.

Iniciativa abre caminho para igualar RN a outros estados

O Hub do Agronegócio conta com o apoio dos governos federal e estadual, por meio do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e Secretária de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), que assinaram protocolo de intenção para apoiar a iniciativa. Além do suporte, o coordenador-geral de Articulação para Inovação (CGAI/Mapa), Cesar Teles, detalhou que enxerga possibilidade de parcerias com outros ecossistemas do País.


“Acabamos de assinar o protocolo com a Secretaria de Agricultura. A tecnologia que o Sebrae está adotando aqui no Rio Grande do Norte é algo que já está difundido a nível nacional, que é estabelecer um comitê gestor para governança do sistema, depois fazer etapa de diagnóstico para saber os problemas e as fortalezas do Estado e a partir disso traçar um plano de ação. Nesse sentido, a gente vê o que pode continuar ajudando e a gente pode integrar o ecossistema do Rio Grande do Norte com outros. Uma solução de São Paulo, por exemplo, pode solucionar um problema aqui e vice-versa”, comenta.


O titular da Sape, Guilherme Saldanha, comemorou a parceria. “A agricultura brasileira é destaque no Mundo e aqui no RN também merece destaque. Somos os maiores produtores de frutas do Brasil, houve crescimento de todos os segmentos do agro nos últimos oito anos. O IBGE apontou que a produção de leite do RN em 2016 era de 450 mil litros e hoje estamos beirando 800 mil/dia, mas para que esse setor cresça e gere rentabilidade é necessário tecnologia, por isso apoiamos essa iniciativa tão importante”, diz.


O presidente da Anorc, Matheus França, disse que com o ELI Agro, o RN caminha para se igualar a outros estados em termos de tecnologia e inovação. “Hoje a tecnologia está altamente presente no campo, muitas gente tem aquela visão antiga da enxada, de um negócio atrasado, mas hoje no campo é onde a tecnologia está mais presente e o RN não pode ficar para trás. Então, a gente se juntou para desenvolver o setor e captar recursos, fazer parcerias”, afirma.

TN

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios detectado

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.