Bolsonaro defende PL do aborto e diz que projeto é deturpado pela esquerda

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) declarou apoio nesta quarta-feira (19) ao PL (projeto de lei) 1.904 de 2024, conhecido como PL do aborto. Deu a declaração durante o evento de lançamento da pré-candidatura de Fred Rodrigues (PL) à Prefeitura de Goiânia (GO). As informações são do site Poder360.

Queremos apenas que a partir da 22ª semana não seja dado mais o direito ou a legalidade do aborto, é isso que nós aqui estamos defendendo no momento com o projeto de lei do deputado federal Sóstenes [Cavalcante]”, declarou.

Bolsonaro disse que o PL está sendo “deturpado” pela esquerda e que a lei do aborto não está sendo modificada. O ex-presidente afirmou “respeitar a vida desde a concepção”, mas que respeita a lei, apesar de não concordar. “A lei do aborto continua valendo, temos de respeitar porque é uma lei”, disse.

PL “antiaborto”
A Câmara dos Deputados aprovou, em votação relâmpago na 4ª feira (12.jun), um requerimento de urgência para o PL 1.904 de 2024, que equipara o aborto acima das 22 semanas ao crime de homicídio. Sem ser anunciada, a votação se deu em 23 segundos.

Atualmente, o aborto pode ser feito nos casos de abortos previstos em lei: caso de risco a vida da mãe; casos de estupro, e gestão de feto anencéfalo. No entanto, nos três casos não há limite de idade gestacional para interromper a gravidez.

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios detectado

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo. Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.